Editor Chefe da “Folha de Macau”, José Antônio Degas, ataca o editor do Blog Guamaré em Dia.

Editor Chefe da “Folha de Macau”, José Antônio Degas, ataca o editor do Blog Guamaré em Dia.

189768_201558803202719_407392_nQuem estudou jornalismo bem sabe que os manuais recomendam cautela… Muita cautela com divulgação de fatos. Fui surpreendido com uma publicação leviana que envolve meu nome e da minha família no Jornal Imprenso Folha de Macau, que tem como Editor Chefe, José Antônio Degas (foto).

O pequeno parágrafo mostra que o professor aposentado e “Jornalista” teve de fato a intenção de atacar uma pessoa que nunca lhe fez mau algum, pelo o contrário, só fiz o bem, e muito… Diga de passagem. Sempre o tratei com respeito, admirei sua luta e seu trabalho incansável em busca de manter a região salineira informada através do seu canal de comunicação. Mas como diz o provérbio Chinês “Um ingrato se esquece de mil refeições, mas reclama de uma que não teve”.

Diante da calúnia Dantesca, venho a público esclarecer aos leitores do portal que me ligaram, e os demais, de um modo particular, àqueles que todos os dias dedicam alguns minutos de seu tempo para prestigiarem este espaço que foi criado especialmente para servi-los, e que independente dos ataques que venha a sofrer por políticos ou “Jornalistas”, jamais deixará de ser um espaço do povo e para o povo.

No jornal imprenso “Folha de Macau”, o professor aposentado do estado e “jornalista”, não somente ataca o editor do blog Josivan Dantas, mas o prefeito Hélio e a ex-secretária de educação, Iracema Morais e outros prefeitos com inverdades. Todas as providências já foram tomadas juridicamente, afinal… Não é o primeiro processo que o “jornalista” responde na justiça por crime de imprensa, consta no TJRN três processos em seu nome como RÉU.

A mágoa do “jornalista” é porque ele não conseguiu um contato de publicidade na Prefeitura Municipal de Guamaré, Degas, como é, mas conhecido na terra das salinas, me ligou algumas vezes, pedindo minha ajuda para intermediar junto ao prefeito a sua ingressão na prefeitura através do jornal Folha de Macau. Especialmente para a edição de aniversário dos 19 anos do jornal.

Disse a ele via fone que eu não era assessor de imprensa da prefeitura, era apenas amigo e parceiro do prefeito Hélio, usava meu espaço para divulgar as ações como também para reivindicar e cobrar ações feitas pelo o povo, pois o espaço era do povo e tinha sua formação de opinião própria. Disse ainda que eu não tinha poder de viabilização de contrato, afinal, tudo na prefeitura passava por licitação. Iria tentar conseguir o telefone do assessor de imprensa da prefeitura, para ele falar com o mesmo, mas ele se quer esperou.

Magoado, o “jornalista”, usou o jornal “Folho de Macau”, para atacar o editor do blog Guamaré em Dia. E aproveitou para atacar o melhor governo da região salineira, o governo do prefeito Hélio, que já foi reconhecido a nível municipal, estadual e federal, e até premiado em reconhecimento de ações efetivas para o povo do município. Mas infelizmente os motivos desta aprovação do governo de Guamaré o “jornalista” cego de guia não conseguiu ainda enxergar.

É preciso ter muito cuidado em publicações em jornais, blogs e rede social, se faz necessário ter subsídios com dados reais do município de Guamaré. Para não contrariar o desenvolvimento e um trabalho sério com transparência do atual prefeito que governa para todos.

Os manuais de jornalismo recomendam cautela com divulgação dos fatos. Antes de dar o furo, é preciso checar as informações sob risco de prestar um desserviço à opinião pública e ainda por cima responder pelas consequências, caso a prejudicado queira cobrar por danos morais.

O jornal Folha de Macau, que tem como editor chefe José Antônio Degas, perde mais ainda sua credibilidade por usar seu espaço para atacar varias pessoas de bem. Entre tantos, estão políticos, empresários, e pessoas de família. Degas esqueceu que Eu e minha esposa somos funcionários efetivos na prefeitura de Guamaré “Graças a Deus”, e que a porquinha que ele afirma que é empregada em minha casa, ele vai dizer perante o juiz onde está, para que não venha a cometer o mesmo erro novamente com pessoas de bem.

Sugiro ao professor aposentado do estado, que prestava seus “serviços em sala de aula” na Escola Estadual Clara Teteo em Macau, que continue fazendo jornalismo, mas sem chantagear ninguém, faça jornalismo com responsabilidade com o povo e para o povo. “Forte não é aquele que ataca, mas aquele que tem a capacidade de resistir aos ataques e se defender”.

Facebook
Twitter
Instagram
WhatsApp