Vereadores não aceitam propina e prefeito de Ielmo Marinho é afastado do cargo.

Vereadores não aceitam propina e prefeito de Ielmo Marinho é afastado do cargo.

O Ministério Público (MP) deflagrou na manhã de hoje (18) a operação resistência, que foi batizada assim por causa da resistência de vereadores ao recebimento de propina do prefeito de Ielmo Marinho. As informações do MP relatam que o chefe do executivo municipal da cidade, Bruno Patriota havia oferecido R$ 35 mil às secretarias de Saúde, secretaria de Educação e aos políticos, que não aceitaram a proposta.

RINALDO-HCom as denúncias, o Tribunal de Justiça decidiu pela afastamento de Bruno Patriota do cargo de prefeito. O MP chegou a pedir sua prisão preventiva, no entanto, o pedido não foi acatado pela justiça. Os crimes investigados contra o chefe do executivo municipal de Ielmo Marinho são de corrupção ativa, falsidade ideológica, suborno, coação no curso de processos, entre outros.

Segundo o MP, Bruno ofereceu as propinas para que os vereadores o ajudassem em uma representação na Câmara de Vereadores de Ielmo Marinho. A ação protocolada pelo cidadão Luis Carlos Bidu informava a existência de irregularidades na prefeitura da cidade.

“Após o cidadão entrar com a representação, pessoas ligadas ao prefeito marcaram uma reunião com ele. Neste encontro, o prefeito ofereceu R$ 10 mil para que Luis Carlos Bidu desistisse da representação”, afirmou Rinaldo Reis, Procurador Geral de Justiça do Estado.

Ao ser chamado para a reunião com o prefeito, o cidadão foi orientado pelo Ministério Público a demonstrar interesse e realizar uma gravação de vídeo para provar o oferecimento de propina.

Ainda de acordo com o Ministério Público, o prefeito deverá ser indiciado pelos crimes de falsidade documental, peculato e corrupção ativa. Também há outras denúncias acerca de aplicação de recurso de royalties de combustíveis.

Além de afastar o prefeito, o Tribunal de Justiça proibiu Bruno de se ausentar da Comarca de Natal. Ele também está impedido de se comunicar com testemunhas. Nominuto.

Facebook
Twitter
Instagram
WhatsApp